Tae Kwon-Do no Mundo
Fechar Janela

O TKD como é conhecido hoje, com regras e da maneira como é concebido, trata-se de uma luta marcial inventada no ano 650 de nossa era, na península onde hoje ficam as Coréias (a Coréia do Sul e a Coréia do Norte). O grande mestre dessa luta é Kim um Shim, que idealizou um tipo de combate para ser usado como forma de defesa pessoal.

Por muito tempo, o TKD foi praticado apenas na Coréia, inclusive pelas Forças Armadas. Durante a invasão japonesa, de 1909 a 1945, no entanto, os coreanos foram impedidos de praticar essa luta. Com o fim da Segunda Guerra Mundial, o TKD voltou a fazer parte das preferências do povo coreano e acabou sendo reconhecido como esporte.

A primeira competição oficial de TKD aconteceu em 1964. No ano seguinte, foi fundada a Korea Taekwondo Association, a primeira associação de TKD do mundo. Em 1967, foi criada a Federação Mundial de TKD, com sede em Seul, na Coréia do Sul.

O Comitê Olímpico Internacional (COI) reconheceu o TKD como modalidade olímpica em 1980. Em 1988 foi incluído nos Jogos de Seul como esporte de demonstração. Nas Olimpíadas de Barcelona, em 1992, as competições de TKD não contaram pontos no quadro de medalhas. Em 04 de Setembro de 1994 o Taekwon-do foi oficializado como esporte olímpico.

Em 1996, o esporte não foi incluído no programa dos Jogos de Atlanta. Mas, a partir de 2000, em Sydney, passou a valer medalha.

O TKD faz parte dos Jogos Pan-Americanos desde 1987, em Indianápolis. Nas Américas, a Venezuela é o país que reúne os melhores competidores. Os venezuelanos conquistaram quatro medalhas (duas de ouro e duas de prata), no Pan de Winnipeg, em 1999. Em segundo ficou o México com duas de ouro, uma de prata e uma de bronze. Cuba terminou em terceiro, com uma de ouro, duas de prata e duas de bronze.
Desde 1973 existe o Campeonato Mundial de TKD, que é disputado de dois em dois anos.